ACORDEÃO ALGARVIO é um projecto documental de longa duração que procura reflectir a realidade actual do acordeão no Algarve. A fotografia documental, como toda a fotografia, ilude. O fotógrafo ilude ainda mais... Certo, só o facto de que o acordeão é o público, o músico, o instrumento, o aprendiz, o sonho, a (des)ilusão!

O acordeão é um aerofone portátil de palhetas livres, feitas em aço temperado. É constituído por dois teclados de botões, um de agudos (em que os botões podem ser substituídos por um teclado semelhante ao do piano) e outro de graves,  ligados por um fole que, accionado, fornece ar e alimenta a vibração das palhetas.

Em 1829 Cyrillus Demian (1772-1847) registou em Viena um instrumento que designou como sendo um 'accordion'. No ano seguinte o acordeão começou a ser produzido pela Buffet (Bélgica), e pelas Napoléon Fourneaux e M. Busson (França). Em 1831 surgiu em Trossinger (Alemanha) uma escola de música para professores de acordeão, onde ensinou Hugo Herrman (1896-1967), um dos primeiros compositores para solistas de acordeão.

Henrique, L. 1988. Instrumentos Musicais.

Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

vinyltimes.png