top of page
  • Writer's pictureNuno de Santos Loureiro

Campeões e re-Campeões Nacionais de BTT-XCO 2016


Disputaram-se ontem no Jamor, Lisboa, no novíssimo circuito permanente de XCO, os Campeonatos Nacionais BTT-XCO 2016. Prova do ano, para atribuir as camisolas com as cores nacionais, prova sempre aguardada com expectativa e nesta edição com ingredientes especiais: a derradeira presença competitiva em Portugal dos betetistas olímpicos David Rosa e Tiago Ferreira, este último recentemente sagrado Campeão do Mundo de Maratonas (XCM).

A par disso, a presença do Junior João Rocha, que teve recentemente um óptimo desempenho na República Checa, na Taça do Mundo, e agora um título nacional para defender. O mesmo acontecia com David Rosa e Joana Monteiro nos escalões de Elites masculinos e femininos, e cujos títulos estavam prestes a caducar. Por último, Mário Luís Costa, vencedor das duas últimas provas da Taça de Portugal XCO, quereria continuar na senda das vitórias em Portugal…

A manhã começou com os mais novos e os mais velhos. Destaque para a numerosa equipa algarvia BTT Terra de Loulé. Domínio em Cadetes, com Márcio Peralta e Rodolfo Serafin a conquistarem os títulos de Campeão e vice-Campeão nacionais.

Ao final da manhã disputaram-se os escalões femininos e também o de Juniores masculinos. João Rocha e Joana Monteiro foram soberanos no Jamor e revalidaram por mais um ano os títulos nacionais que já detinham.

Às 14 h 30 teve início a corrida mais importante dos Campeonatos Nacionais BTT-XCO 2016. Em prova estavam os Elites masculinos, acompanhados pelos Sub-23…

… e bastam poucas palavras para resumir o que se passou. No início formou-se um grupo de quatro que rapidamente se distanciou de todos os outros participantes. Ricardo Marinheiro na cabeça da corrida, seguido por Mário Luís Costa, Tiago Ferreira e David Rosa. Este último tinha ficado ‘embrulhado’ numa queda logo após a partida. Marinheiro fraquejou na segunda volta e afundou-se na tabela. Mário Luís Costa conquistou o título de ‘azarado do dia’ quando a corrente da sua bicicleta partiu e o deixou irremediavelmente arredado da discussão pela camisola. Mesmo assim o vilacondense nunca desistiu, pedalou forte até ao fim, exibiu uma enorme capacidade de recuperar posições e acabou no pódio. Se houvesse prémio da combatividade seria para ele!

David Rosa evidenciou que não estava no Jamor para ver as vistas. Rodou a fundo cada centímetro do percurso, distanciou-se de toda a concorrência e acabou a ganhar com uma substantiva vantagem de 1’ 37” sobre Tiago Ferreira, que se manteve sempre confortável na segunda posição.

No final, foi interessante ver como Tiago Ferreira é popular e querido. Multiplicavam-se os pedidos de selfies, sempre correspondidos com sorrisos e ‘obrigados’. Todos queriam uma foto com o Campeão do Mundo de XCM 2016, ninguém ficou desiludido, e ficou evidente que no BTT nacional há, e são reconhecidos, os nossos heróis.

E como a Taça Cyclin’ Portugal em BTT-XCO 2016 ainda não acabou, os novos Campeões Nacionais têm, já em Setembro, uma oportunidade de nos mostrar as suas novas camisolas…

... então até 18 de Setembro!

38 views0 comments
bottom of page