Na fase de planeamento da primeira Carta Agrícola e Florestal de Portugal, na década de 1880, o continente foi dividido por uma grelha rectangular e cada uma das partes resultantes era uma Folha Cartográfica. Ao Algarve correspondiam as folhas com os números 201 a 221.

 

Para a execução dos levantamentos de campo cada folha era seccionada em quatro partes, identificadas pela adição de uma letra maiúscula ao número inicial, e cada uma dessas partes designava-se a partir de então uma ‘Prancheta Chorographico-Agricola’. Nas pranchetas mantinha-se a escala original de 1:50.000, adoptada para a publicação das folhas cartográficas. A totalidade da região algarvia estava representada em 58 pranchetas distintas.

O ALGARVE

nas Pranchetas Chorographico-Agricolas das décadas de 1890 e 1900

CARTAS AGRÍCOLAS E FLORESTAIS DOS CONCELHOS DO ALGARVE

NO INÍCIO DO SÉCULO XX

COM BASE NAS PRANCHETAS CHOROGRAPHICO-AGRICOLAS