Search

odiana


PAISAGENS, PERCURSOS E GENTES DO RIO GUADIANA

Trata-se de um livro de fotografia publicado em 1998 pela Comissão de Coordenação da Região do Algarve, durante a presidência de João Guerreiro. Reúne três ensaios de outros tantos fotógrafos portugueses, mas nenhum deles algarvio. As imagens do livro, segundo o próprio João Guerreiro, “pretendem dar testemunho da cultura, da paisagem e das gentes de um território encravado entre Mértola, Tavira e Ayamonte, testemunho de histórias passadas que o presente pretende manter num quadro de coerência, de equilíbrio, de identidade e de desenvolvimento.”

Inês Gonçalves trouxe a sua experiência de fotógrafa em publicações periódicas como o Independente, e as revistas Kapa e Marie Claire. Fotografara moda mas também Angola (Agora Luanda, em parceria com Kiluanje Liberdade) e Cabo Verde. E São Tomé e Príncipe, que foi (S. Tomé, Máscaras e Mitos, novamente com Kiluanje Liberdade) e continuou a ser objecto das suas objectivas.

Em odiana, o seu trabalho, 20 imagens todas elas feitas em 1998, é particularmente bem conseguido em alguns retratos...

Luís Pavão, nome de referência em Portugal na conservação e restauro de colecções de fotografia, surgiu em odiana com 21 imagens bastante heterogéneas, entre as quais talvez se destaquem as duas da Escola Primária de Odeleite. Onde estarão hoje todas aquelas crianças?

Por último, Adriano Miranda. Fotojornalista do Público desde 1997, tem uma longa, sólida e criativa carreira profissional. Recentemente, por exemplo, através do Projeto Troika; antes, por exemplo também, com Timor.

Dois retratos feitos por Inês Gonçalves, para odiana.

Em odiana, o seu contributo surpreende ao ter saído do registo mais expectável. As 25 fotografias que publicou sustentam um imaginário denso e muito coerente. Por certo, para deixar evidente que aquele território encravado entre Mértola, Tavira e Ayamonte não é um local qualquer, é um território fantástico (em qualquer um dos possíveis significados do termo ;-).

Cinco imagens feitas por Adriano Miranda, para odiana.

O livro conta também com um breve texto de Envolvimento histórico do Guadiana, da autoria do arqueólogo Cláudio Torres.

#Algarve #livrosdefotografia #fotógrafos #fotojornalismo #InêsGonçalves #CaboVerde #SãoToméePríncipe #Angola #LuísPavão #AdrianoMiranda #CláudioTorres #RioGuadiana

0 views
BLOG | Nuno de Santos Loureiro